A Essência do Yôga

A especialidade faz irmos cada vez mais longe da Essência. E como diz um observador “especialidade é para insetos”. Não busquemos a especialidade e sim a maestria.

Como tudo no mundo quando se populariza, o Yôga também se mercantilizou, virando especialização.

O lado bom é permitir uma grande divulgação, o lado ruim é a perda da essência.

Vejamos o que significa Yôga mesmo?

Segundo o Prof. Hermógenes em seu livro “Iniciação ao Yoga”, p. 29, a palavra Yoga deriva da raiz sânscrita “yuj”, que significa “atar, reunir, religar. Significa também união ou comunhão da nossa alma individual (Jivatman) com o Princípio Supremo (Paramatman).”

Princípio Supremo pode ser sinônimo de Deus, Absoluto, Presença Divina, Tao, Grande Vazio Onipotente… é a Essência Universal que nos une.

Isso quer dizer que um yôgue busca a comunhão com Deus. Pela visão ocidental pode-se dizer que um yôgue busca se tornar um santo, um ser puro e virtuoso. O quê?!? Quer dizer que um verdadeiro yôgue é santo?

Sim, os verdadeiros yôgues são santos/virtuosos.

Mas se existe tanto professor de yôga cade a mesma proporção de seres virtuosos/santos?

Assim como numa Igreja pode existir padres que recitam a Bíblia de cor, numa mesquista um sheik que recita o Alcorão, num templo hindu os Vedas… bem como saber fazer milhares de tipos de cerimônias, e ainda assim não entrarem em contato com a Essência Divina, do mesmo modo pode-se ser especialista nas técnicas de yôga e nos sutras de Patanjali e não estar em contato com o Princípio Supremo.

O yôga a serviço do ego não é Yôga. O yôga sem a prática de aperfeiçoar a conduta (Yama e Niyama Sádhana) não é Yôga.

Pode-se através das técnicas se alcançar o domínio do corpo e da mente, adquirindo várias habilidades e poderes, transformando-se num super-homem (o que são pouquíssimos que conseguem, pois é preciso muita disciplina e esforço).

Todavia, a União permanente com o Princípio Supremo só é vivenciada com a purificação do coração, através da  manifestação da Virtude gerada pelo aperfeiçoamento da conduta. Este é o Caminho Natural para se chegar a Deus, que Jesus simplificou no mandamento “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. É o caminho da simplicidade e da humildade!

Por que será que Patanjali colocou as práticas de Yama e Niyama como sendo as primeiras? Temos a tendência de querer chegar ao topo da pirâmide sem ter uma base firme e fundamentos profundos. Ocorre que a prática dos princípios éticos de Yama e Niyama só são atingidos por experienciação, independentemente de qq conhecimento, precisando-se de tempo, paciência e de um coração sincero para serem desenvolvidos, não se pode conseguí-los através de um aprendizado lógico assim como as técnicas.

Toda técnica possui sua funcionalidade, mas a espontâneidade não é capaz de nascer de um método, ambas estão em sentidos inversos. Enquanto a técnica tenta de uma forma chegar ao Divino, sendo individualista, a espontaneidade é o Divino se modelando a uma forma, sendo universalista.

É a essência por trás de qualquer técnica que precisamos buscar e encontrar. Consultemos nosso coração e consciência, observando-nos e refletindo se estamos simplificando ou tornando tudo mais difícil?

Simplificar significa unir, convergir, transformar a multiplicidade em Unidade, várias religiões em Um Caminho a Deus, assim como vários galhos convergem num Único Tronco que nos leva a Raiz de todas as coisas.

Complicar significa dividir, ramificar, separar, categorizar, tipificar, transformar Um em 2,3,4… (Um Caminho divido em vários).

A Essência do Yôga, das Religiões, o Caminho Verdadeiro, está na Unidade Espiritual de todas as coisas, no desapegar-se da multiplicidade material , no abandonar preconceitos, teorias e formas fixas de se chegar a Deus.

O Caminho é Um só, mas num sentido os caminhos se Unem e no outro ramificam-se. Em qual sentido está sua vida?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: