Crime & Vício – parte I [foco no crime]

Quanto mais consciência um ser vivo tem, mais poder de escolha e responsabilidade ele tem. Dentro desta responsabilidade está o zelar pelos seres mais frágeis e de menor consciência.

Diante disto, propomos uma reflexão:

O que mata mais, o vício de fumar maconha ou o vício de comer carne?

O usuário de drogas alimenta o tráfico de drogas que por sua vez se arma até os dentes para se proteger e conseguir vender a droga. No conflito entre os que querem vender e aqueles que não querem a respectiva venda ocorre muitas mortes. O problema não está nos traficantes e na droga em si, mas no coração dos viciados (do mesmo modo que o carro e um buraco na rodovia não são o problema e sim o jeito que os motoristas conduzem sem respeitar os riscos).

O consumidor de carne alimenta o comércio de carne, os matadouros de animais e a “criação perversa” de animais.

Por que fumar, plantar e vender maconha é visto como crime e criar para matar (criação perversa), o próprio matar, vender e comer carne não?

Isso ocorre devido ao nível de consciência da sociedade. Nesse caso é a sociedade que estabelece o que é crime (e tb o que ela considera como vício a ser combatido).

Mas segue a pergunta: o que fere mais ao AMOR e à CONSCIÊNCIA DIVINA?

Vejamos por outro prisma:

Na relação do tráfico de drogas o consumidor e o traficante escolhem e decidem alimentar este tráfico, sabendo dos riscos de tal ato, sendo que as pessoas que por ventura morrem num conflito, elas mesmas deram, direta ou indiretamente, causa a sua morte optando estar ali. Porque nos revoltamos quando morre uma criança ou um bebê inocentes? Por que eles não tem como se defender, são frágeis e não podem escolher ficar ou sair dali.

Um animal de criadouros é como o ser de uma criança, não tem como se defender, são frágeis e não podem escolher ficar ou sair dali. Assim como um bebê ou uma criança que chora pedindo socorro e misericórdia, do mesmo modo age um animal  ao ser morto nas presas de seu predador, nesse caso o homem.

Qual o crime mais grave, consumir maconha ou comer a carne de um ser indefeso, sendo cúmplice de sua morte?

Jesus Cristo se ofereceu como cordeiro de Deus. Quando morreu na cruz ele conscientemente aceitou que fosse morto por nós. Cristo, o AMOR SUPREMO encarnado, deixou-se “matar” para que nós percebêssemos nosso nível de consciência e crueldade, o quão distantes estamos de Deus.

A escolha de Jesus Cristo foi a de permanecer firme na Virtude Divina, apenas cumpriu a Vontade do Pai que nos deu o livre arbítrio para decidir o nosso destino. Jesus morreu respeitando nossas escolhas, o grande poder de livre arbítrio que Deus nos deu.

Ele se ofereceu em sacrifício como cordeiro para mostrar o quão cruel é o sacrifício de animais.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: