Com que coração estou agora?

Durante o dia-a-dia, nas diversas situações, sempre que lembrar de si, questione-se:

– Com que coração estou aqui e agora?

Medite nisto agora!

Conforme meu coração será minha visão/observação do mundo.

O Coração é a Raiz de Tudo.

A natureza do efeito é sempre igual a natureza de sua causa.

Medite em cada uma dessas frases.

Questione-se:

– Qual é o sintoma (efeito) que estou sentindo neste exato momento? Como estão meus atos, pensamentos e emoções (sintomas)?

O que está em minha mente agora é reflexo do que está no meu coração. Como vejo a pessoa a minha frente é reflexo de meu coração. Como ajo com a pessoa a minha frente é reflexo de meu coração. A causa do que sinto em relação a esta pessoa é meu próprio coração!

Ok! Sou capaz de perceber as impurezas em meu coração e seus efeitos. O que faço então?

Utilize os efeitos malquistos como despertador para sua consciência divina, para recordar do Eu-verdadeiro. Se cair no sono, acorde e levante seu Espírito.

Em outras palavras, quando percebê-los, recorde e busque Seu Coração Original, o Coração de Deus! Esforce-se em permanecer com Ele, manifestando o que vem Dele (Virtudes).

Se o coração de mãe é imenso, cheio de amor, perdão e “sempre cabe mais um”, então dimensione o Coração de Deus. Dimensione o amor, misericórdia, compaixão e tolerância que vem do Coração de Deus.

Deus é puro amor e bondade!

Para Ser Um com Deus e desfrutar de sua Graça/Presença é preciso estar sintonizado com o Coração de Deus, sentir o que Ele senti. Alguns chamam a isso de Emocional Superior.

Não estou sentindo nada! Então, meu coração está vazio, indiferente e insensível [ao Amor Absoluto], consequentemente o efeito será nada, apenas reações frias…

Não fique inerte, não permita que você fique indiferente aos acontecimentos e às pessoas em razão de um raciocínio lógico conformista. Lembre que a natureza deste raciocínio é igual à intenção que está presente em seu coração. Perceba que esta é uma intenção falsa e superficial, em desacordo com sua intenção original e pura. Então purifique seu coração, colocando a luz de sua consciência divina onde houver uma intenção sombria. Permita  que esta consciência divina ilumine sua intenção verdadeira, sincera e pura (Sonho Original), sem apegos. Firme com devoção o Emocional Superior. Então, com esta Força Superior dê forma a intenção sincera, modelando-a conforme a circunstância presente e real, como a Virtude da Água que se adapta a qualquer forma sem perder sua essência.

Lembre que esta intenção verdadeira, sincera e pura, não tem forma em sua origem, mas é cheia de amor e bondade. E se ela tomou uma forma desvirtuosa é devido às impurezas e apegos (hábitos) que ainda carregamos no coração, as quais nos separam e afastam de nossa Origem, que não deixam a Luz passar, ou seja, resulta no reflexo da impureza e não da Luz Pura.

Seja fiel (sem perder a esperança) a sua intenção original verdadeira através de suas ações! Confie, permaneça em sintonia e firme com esta intenção pura no coração e na mente, independente das dificuldades que surgirem. Isso é a Fé Consciente! Então, Virtudes como Integridade, Honestidade, Justiça e Vergonha serão consequências naturais e certos serão seus frutos.

As 3 Virtudes Essenciais são Amor Caridoso, Fé Consciente e Esperança Fiel.

Felicidade faz parte da intenção original (sonho original), mas não uma felicidade egoísta (coração pequeno e mesquinho) e sim altruísta (coração cheio de amor caridoso).

Nós sabemos como é o Coração Divino, inconscientemente sentimos saudades e O buscamos. Chegou a hora de tornar essa busca consciente, estabelecendo um compromisso firme, caso contrário “corremos atrás do próprio rabo”, presos à roda de reencarnação.

Sempre lembre de se questionar:

– Com que coração estou agora?

Uma resposta para Com que coração estou agora?

  1. Jana disse:

    “Pelo Espírito que nos deu, sabemos que Ele está em nós.”
    Não somos perfeitos, estamos ainda sendo feitos e por termos muitos defeitos, vivemos em constante construção.
    Nossa busca gira em torno do nosso Ser, do nosso Rei e esta busca é constante, mesmo inconscientemente.
    Porém queremos procurá-Lo longe, sem percebê-Lo tão perto de nós, batendo, clamando, pedindo nossa atenção.
    O Reino em que Ele habita é o nosso coração. É ali que Ele clama pelo nosso olhar, perguntando-nos se deixamo-Lo fazer parte da nossa vida, se deixamos tudo para permanecermos eternamente com Ele.
    O Seu amor é tão belo, tão lindo, capaz de deixarmos livres para a escolha dos caminhos: o mundo e as coisas do mundo (apegos, hábitos…) ou Ele e o Eterno (Luz Pura).
    Aí está a LIBERDADE de reconhecer que é Nele a fonte de certeza de vida plena. A LIBERDADE de amar, ouvir e seguir Ele como reconhecimento da felicidade.
    Somos livres para tais, de escolhê-Lo ou negá-Lo, de escolher tudo o que há no mundo, do qual passará ou o amor do Pai e a vontade Dele, a permanência Eterna na felicidade Plena.
    Por isso que o coração é a Raiz de tudo… Por isso que as causas e efeitos estão ligados, por isso que tudo será reflexo do nosso coração, porque é Nele que tudo está, e aquele que não O sente procura constantemente por algo, mas não consegue definir o quê. Talvez por estar procurando em outras dimensões e deixando o coração vazio, por estar procurando em uma lógica, sendo que a razão é simplesmente o Coração!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: